imprensa

BRUSQUE BEM CUIDADA

19/03/2015

Prefeitura irá construir mais de 62 km de calçadas até o fim de 2016

A quantidade de calçadas que está sendo construída pela Prefeitura de Brusque seria o suficiente para ir e voltar de Itajaí. Apenas pelo PAC Pavimentação, são mais de 62 km de novos passeios que irão contribuir para melhorar a qualidade de vida de todos os pedestres que trafegam pelo município, dando mais segurança e facilitando o acesso de pessoas com deficiência. As obras também estão sendo realizadas por meio do programa Novas Calçadas e de outros projetos de captação de recursos.

O PAC Pavimentação é executado com recursos do Governo Federal atualmente em seis ruas dos bairros Santa Rita, Santa Terezinha, Limoeiro e Tomás Coelho. Nos próximos meses, as obras avançam para outras localidades, como Poço Fundo, Santa Luzia, Cedro Alto e Limeira. Os trabalhos são coordenados pelo Departamento Geral de Infraestrutura e todos os trechos receberão ainda a execução de drenagem, pavimentação asfáltica e sinalização das vias.

Além das vias que receberão novas calçadas por meio do PAC Pavimentação, a Prefeitura de Brusque está executando melhorias em outras localidades com verbas provenientes de emendas parlamentares e outros projetos de captação de recursos, entre elas as ruas Azambuja e São Pedro (Vila Germânica I e II). Somadas, as ações representam a maior frente de trabalhos já realizadas pelo Governo Municipal para a qualificação das calçadas na cidade

Novas Calçadas
Tornar o trajeto das pessoas mais seguro e acessível é uma das missões de Hélio Severino. No ramo da construção há cerca de oito anos, o brusquense trabalha com frequência na construção de calçadas e encontrou na Prefeitura de Brusque uma importante parceria para facilitar sua atuação: o programa Novas Calçadas. Desde 2013, a iniciativa já possibilitou a construção de mais de 17 km de passeios por toda a cidade.

O programa visa facilitar a construção e reforma dos passeios públicos. A Secretaria de Obras fica responsável por remover e recolher o entulho, dessa forma, o proprietário do terreno precisa apenas adquirir o material e confeccionar as novas calçadas. Vale lembrar que a construção do passeio público é de responsabilidade dos donos dos imóveis e deve seguir normas técnicas estabelecidas por órgãos nacionais e por legislações municipais.

Eduardo Pereira/SECOM